Mostar foi nossa última parada na Bósnia-Herzegovina, após conhecermos a fantástica Sarajevo. Visitamos a cidade, no trajeto de retorno, quando rumávamos para Dubrovnik, na parte final de nosso giro balcânico. Ela já fica bem próxima à fronteira com a Croácia, na região da Herzegovina e, para aqueles que não fazem questão de Sarajevo, pode ser objeto de um day tour desde Split ou mesmo partindo de Dubrovnik. Talvez a cidade mais caracteristicamente muçulmana que eu já tenha visitado, Mostar, com a sua famosa e icônica ponte velha, sobre o leito do Rio Neretva, representa de modo bem sintético, o melhor e o pior da época da Iugoslávia. No período sob a regência de Tito, a cidade abrigava uma coexistência pacífica entre todas as religiões monoteístas e albergava uma comunidade rica e próspera, dotada de uma extraordinária miscigenação cultural e religiosa, com os diferentes grupos e crenças vivendo de modo harmônico e tolerante. Foto abaixo da ponte e do rio Neretva: Read More →

Ainda estou devendo 2 posts sobre a série da Croácia. Esse penúltimo trata de um day tour desde Hvar. O último, tratará de Dubrovnik, a jóia da coroa dálmata. Pois bem, em um dos três dias que passamos em Hvar, fizemos o tour privativo das três grutas, que é um dos produtos mais vendidos na alta temporada, junto com o outro passeio também imperdível, à ilha de Brac/Bol para conhecer a praia mais famosa da Croácia, Zlatni Rat. Essa jornada de visita às três cavernas marinhas é o que vou contar neste post. Contudo, por mais que eu fale e escreva, nada nesse relato conseguirá superar ou traduzir as fotos. Por isso, colocarei pouco texto e muitas imagens. Fotos da entrada da gruta verde.  Read More →

Nossa viagem pelos balcãs começou com a chegada em Zagreb, por volta das 15 horas, em um dia nublado de maio, provenientes do voo 864 da TAP, desde Lisboa com escala em Bologna. Tão logo nos livramos dos trâmites burocráticos aeroportuários, retiramos o carro previamente alugado e, munidos de um GPS já trazido do Brasil, rumamos sentido sudoeste na direção de nossa primeira escala, onde chegamos ainda com a luz do dia, apos 1 h e 30 min por uma estrada que se apresentou em ótimas condições, mais ou menos na metade do caminho entre a capital e a cidade de Zadar na costa norte Dálmata.

ps: Karine, uma vez mais, obrigado por todas essas belas fotos da sequência. Read More →