O último post sobre a viagem da Toscana, com um ano de atraso por razões que nem eu mesmo sei bem explicar, rende homenagens eternas e indeléveis a essa região deliciosa da Itália. Nos dois últimos dias, visitamos em um deles as cidades de Montalcino, Pienza e Montepulciano. E, no último, finalizando nosso giro, ainda fomos até a Úmbria, conhecer o maravilhoso santuário de Assis e sua fantástica basílica. Para quem curte vinho e gastronomia, então, estamos falando de um dos paraísos na terra, sem qualquer exagero. Abaixo, foto da visão que se tem de Montalcino, antes do início da subida da estradinha que leva até ela: Read More →

Esse relato foi todo escrito e fotografado pela Karine, que ficou muito empolgada com Cortona e o maravilhoso Crete Senesi, local de fotos espetaculares tiradas por ela, que inclusive são um capítulo à parte neste post. (Ela, que gosta tanto de fotografia, se esbaldou aqui…) Achei por bem que a tarefa de contar e mostrar essa parte da viagem lhe caberia por direito. Confira abaixo o resultado dessa fábula toscana. E se deleitem com as maravilhosas cenas capturadas para a eternidade:

Read More →

Dando sequência à nossa viagem pela Toscana, acordamos no dia seguinte ainda com os ecos de Volterra e San Gimignano em nossas cabeças e munidos de uma nova meta, de dedicar este novo dia a percorer a famosa estrada do Chianti, esticando em seguida até Florença, para passar o restante da tarde revisitando a cidade dos Médicis quase 10 anos após nossa primeira investida à Itália. Como que por uma providência divina, recebemos de brinde um belíssimo dia de sol, (embora no seu decorrer tenha nublado um pouco) cuja iluminação e claridade realçaram ainda mais a beleza de todos os caminhos trilhados, aguçando a percepção das cores, das texturas e das perspectivas. Então, logo após uma deliciosa ‘prima colazione’ no relais Aia Mattonatta, partimos rumo à estrada S 222, a rota do chianti, que liga Siena à Florença, entre vinhedos, colinas e curvas pitorescas. Read More →

A escritora Elizabeth Gilbert estava coberta de razão quando escolheu a Itália para se dedicar aos prazeres da mesa no ano sabático de sua personagem no romance “Comer, Rezar e Amar”. Certamente, lugar melhor não há. E, nesse aspecto, a Toscana é imbatível. Sem discussão! A culinária é um evento a parte, que tem enorme importância na vida dos locais e que merece total dedicação de quem a visita. Diante de tantas opções maravilhosas, escolher onde e o que comer é quase uma questão existencial e, não raro, terminávamos uma refeição já pensando na outra, quase ignorando solenemente a necessidade fisiológica da digestão, pelo delírio e pelo transe da gula e do vinho. Read More →

E, finalmente, fomos parar na Toscana. Falaram tanto, mas tanto dela, que tivemos que ir e conferir com nossos próprios olhos. E, realmente, ela existe e é de verdade! Achava que era uma mera ficção poética e literária, mas não! Está lá, bem no meio da Itália, sempre pronta a se mostrar aos visitantes que queiram desafiá-la. De tão bela e magnífica, podia até ser esnobe. Mas não é, e esta simplicidade a faz ainda mais atraente. Aqui, todos os sonhos se materializam, sejam quais forem eles. Sempre ouvi as melhores coisas sobre esta região e, agora, tenho autoridade para atestar que ela consegue, ao vivo, superar os rumores e ser ainda mais espetacular e surreal do que falam. É, sem dúvida, uma das versões terrenas do paraíso. A maravilhosa foto abaixo, tirada pela Karine, dá uma pequena dimensão do que estamos falando (essa ‘pintura’ de fotografia é apenas um teaser, já que as fotos das paisagens matadoras virão a partir do próximo post, quando contarei os passeios pelo Crete Senesi, pelo Val d’ Orcia e Val d’ Elsa): Read More →